Defina seus objetivos

  • Qual o objetivo me leva a guardar dinheiro?
  • De quanto dinheiro preciso para realizar este objetivo?
  • Em quanto tempo quero realizar este objetivo?

Se você conhece bem sua necessidade, será fácil perceber que tipo de fundo é o mais adequado para você.

Por exemplo:

  • Quero manter uma poupança que, mais do que rentabilidade, me dê liquidez para uma situação de emergência.

Seus recursos devem ficar aplicados em um fundo que permita resgates diários e de baixo risco. Saiba mais sobre os fundos: Curto Prazo e Referenciado DI.

  • Quero garantir recursos para minha aposentadoria. A única coisa que me interessa é manter o poder de compra do meu dinheiro em reais.

Você deve aplicar seus recursos em um fundo que objetive superar inflação no longo prazo. Saiba mais sobre os fundos: Renda Fixa.

  • Quero investir porque penso no futuro em morar no exterior e preciso manter o poder de compra do meu dinheiro em dólar.

Há várias alternativas de fundos que buscam acompanhar a variação cambial. Saiba mais sobre os fundos: Cambiais.

  • Quero investir parte do meu dinheiro aceitando correr maior risco em troca de uma melhor rentabilidade no longo prazo.

Você pode aplicar nos fundos que têm uma carteira diversificada de ativos ou invistam em ações. Saiba mais sobre os fundos: Ações e Multimercado.

Lembre-se: você pode montar uma carteira de investimento comprando cotas de vários fundos, um para cada objetivo. Isso se chama Diversificação.

Fonte: http://www.comoinvestir.com.br/fundos/como-escolher/defina-seus-objetivos/paginas/defina-seus-objetivos.aspx

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação