Como funciona a aplicação em um fundo?

O fluxo da aplicação é o seguinte:

  1. O cliente entra no portal e solicita a aplicação em um fundo;
  2. O administrador do fundo (BTG Pactual) recebe a solicitação de aplicação;
  3. O valor em reais a ser debitado do cliente tem de estar disponível na conta;
  4. O valor a ser debitado do cliente é convertido em cotas do fundo (processo conhecido como cotização) certo tempo após a solicitação, de acordo com o prazo estipulado em regulamento;
  5. O valor é debitado e são creditadas as cotas do fundo correspondentes na conta;

Exemplo 1

"Todas as aplicações [...] deverão ser realizadas até às 15:30 hs. A aquisição de quotas ocorrerá com o valor apurado no dia da efetiva disponibilidade dos recursos (D+0)." (Regulamento do BTG Pactual Yield DI) = A solicitação é feita e no mesmo dia cliente já tem cotas do fundo.

Exemplo 2

"Todas as aplicações deverão ser realizadas até às 15:30 hs. A aquisição de quotas ocorrerá com o valor apurado no primeiro dia útil posterior à efetiva disponibilidade dos recursos (D+1)." (Regulamento do BTG Pactual Dividendos FI de Ações) = A solicitação é feita e no dia seguinte o cliente tem cotas do fundo.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação