Fluxo de Caixa

Fluxo de caixa é uma avaliação (geralmente uma previsão) do comportamento das receitas e despesas. Por exemplo, para um assalariado existe apenas uma entrada mensal e dezenas de saídas. A diferença entre estes dois fluxos gera um resultado no final de mês, que pode ser investido (quando há sobras) ou financiado (quando falta dinheiro para cobrir as despesas).

Como o extrato bancário que você recebe em casa, o fluxo de caixa informa quanto dinheiro você tinha disponível no início do mês (quando seu salário foi depositado na conta) e quais foram todas as saídas da sua conta e depósitos feitos ao longo do período e, por fim, o saldo atual.

Atenção!

Há despesas (ou receitas), no entanto, que não são registradas mês a mês. Um planejamento financeiro um pouco mais completo deve também levar em conta, além do fluxo de caixa, a expectativa de despesas.

Por exemplo, pagar o IPVA, o IPTU ou a matrícula da escola pode gerar um furo no orçamento em determinado mês.

Se fizer, porém, uma reserva (provisionamento) para cobrir estas despesas você pode diluir o impacto dessas despesas no orçamento. Essa provisão deve estar registrada à razão de 1/12 por mês. Assim se tem uma ideia melhor da real situação financeira. Pense no caso de um motorista de táxi. Se ele pensa apenas em termos de fluxo de caixa e não provisiona para "pagar" a depreciação do seu carro, mais cedo ou mais tarde terá dificuldades para comprar um novo carro, já que não terá recursos para substituir o anterior. Simples, não?

Por que ele é importante?

Ter um fluxo de caixa positivo é fundamental para construir um patrimônio. Observe que se você conseguir investir uma parcela de sua sobra de caixa todo mês já está formando uma carteira de investimento que poderá se transformar num belo patrimônio ao longo dos anos.

Se você não controla seu fluxo de caixa corre sério risco. Isso porque um fluxo de caixa constantemente negativo poderá corroer todo o seu patrimônio, por maior que ele seja. Assim, é fundamental que você se certifique de que seu fluxo de caixa estará sempre em equilíbrio e, principalmente, que ele tenha sobras quando há objetivos a serem perseguidos.

Fonte: http://www.comoinvestir.com.br/financas-pessoais/guia-de-orcamento/fluxo-de-caixa/paginas/default.aspx

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação